O Ideac quer homenagear todas as mães, não só as mães maduras, como é o foco do nosso interesse, mas todas as mulheres que receberam o dom da maternidade. E são muitas:

Há mães que criam e educam seus rebentos desde que são bebezinhos – mas há mães que não têm esse privilégio, mas continuam sendo mães;

Como os rebentos crescem, há mães de adultos – há até mães de outras mães… e todos dizem que os filhos dessas mães mais jovens recebem tanto ou mais amor por parte das mães delas;

Há mães e filhos que dividem o mesmo teto; há mães e filhos que moram perto; há mães e filhos que moram longe;

Há mães e filhos que se comunicam sempre, presencialmente ou via internet. Há mães que não se comunicam com filhos há tempos, mas continuam sendo mães;

Há filhos que só podem se comunicar com suas mães em oração, pois elas já cumpriram seu ciclo de vida na Terra, mas elas continuam sendo mães presentes;

Há mães cujos filhos seguem seus valores de vida; há mães cujos filhos têm pontos de vista sobre o mundo e a humanidade totalmente diferentes, mas elas continuam sendo suas mães.

Há mães que hoje, celebrarão a data ao lado de filhos, de netos. Há mães que hoje, por conta desses tempos difíceis, celebrarão sozinhas, mas com a certeza que de coração estarão todos juntos.

A todas, nossa homenagem muito especial.